24/06/2008

Ora vejam só...

... a manha desta menina que tem pouco mais de ano e meio.

Ontem ao jantar, ela sentadinha na cadeira de comer a ver os papás a jantarem e a pedir sempre qualquer coisita, desde pão a maçã, a frango, a massa, qualquer coisa servia.

Como não lhe estávamos a dar o que queria começou:

- Cócó, cócó

- Tens cócó? (perguntei eu)

- Xim (muito séria)

- Espera um bocadinho que a mamã já vai mudar a fralda.

(Passado 2 minutos)

- Pé, pé, pé

- Tens dói dói no pé?

- Xim (com uma cara muito sofrida)

(Vejo o pé, que claro não tem nada, dou beijinho e digo que já passou...)

(Passado 2 minutos)

- Cócó, cócó, cócó

- De certeza que tens cócó? (perguntei eu)

- Xim (a acenar com a cabeça e muito séria)

Tirei-a da cadeira a pensar que a rapariga estava toda cagada e a ficar assadita.
Assim que a tirei e comecei a baixar o pijama para ver se ela tinha cócó e lhe disse:

- Então vamos lá ver se tens cócó...

Ela com o ar mais safado do mundo, triunfante porque tinha conseguido sair da cadeira, disse-me muito inocente e a abanar a cabecita:

- Não. :-)

3 comentários:

cbig disse...

Então andaste distraida nas férias. É que cada vez que a porta da cozinha estava fechada e a Rita estava no terraço e queria entrar (para brincar a abrir e fechar a porta), começava a dizer: cócó, cócó. Até ter sido descoberta...e ninguém ir na "cantiga" dela. Ah, pois é! Manhas! :-) Nem sei a quem ela sai! ;-)

Veruska disse...

Pois é, pensei é que isso tinha sido só nas férias... Afinal...

Sai ao pai de certeza, ou então às tias ;-)

Veruska disse...

Pois é, pensei é que isso tinha sido só nas férias... Afinal...

Sai ao pai de certeza, ou então às tias ;-)