07/07/2007

Como tudo começou...

Então foi assim: num lindo dia de dezembro, logo após os aninhos da minha mamã, resolveram tirar-me do quentinho e tive de vir cá para esta coisa a que chamam mundo.

Nasci as 18h04, não que a minha mãe saiba, pois ela estava a dormir (onde é que já se viu, eu a nascer e ela a dormir e depois ainda diz que foi o momento mais feliz da vida dela...), e já naquela altura eu era gordinha (3,270 Kg) e comprida (50,5 cm).

A partir daí foi sempre a crescer, comer, fazer birras, comer, fazer mais birras, andar ao colo (colinho muita bom :)), comer, fazer cada vez mais birras...
Mas o que é que querem? Dizem que eu chorava muito, mas também não percebem que eu não tinha mais nada para fazer?? Só a olhar para as paredes, nem me mexer conseguia...
E depois achavam que eu devia dormir quase o dia todo.Só me apetecia dizer: "Durmam vocês!! Eu nasci agora e tenho muita coisa para aprender". Mas nessa altura eu ainda não sabia falar e por isso não me percebiam. Não é que me percebam agora, mas já me entendem um bocadito mais. Estes adultos são mesmo burrinhos :)

Dizem também que me portei muito mal num dia a que eles chamam "Passagem de ano". Eu??? Coitadinha de mim, tinha apenas 3 semaninhas de vida, encheram a casa de pessoas a fazer barulho, e depois ainda queriam que eu dormisse com todos a divertirem-se. Claro que não deixei... e não é por ser teimosa, é só porque me apeteceu ser do contra :)

Passados os 3 primeiros mesitos da minha existência, já ouvia dizer que me andava a portar melhor, que já dormia melhor, que comia bem, que era um anjinho. Pensei, isto não pode continuar assim, vou ter de começar a descobrir como fazer outras coisas para atazanar a vida à minha mamã. E é o que tenho andado a fazer...

Sem comentários: